VOCÊ SABE QUAL É A COR DE 2019?

13 de abril de 2019
Depois do universo cósmico de ultra violet, chega a vez da Pantone mergulhar no fundo do mar e escolher o Living Coral (Coral Vivo) como a cor do ano de 2019. A extensa pesquisa de tendências elaborada pela marca resultou na opção pelo tom por ter um caráter energizante, sociável e espirituoso. "O coral vivo acolhe e incentiva a atividade alegre, simbolizando a nossa necessidade inata de otimismo e expressão lúdica", descreveu a marca.
 Segundo a Pantone, o Living Coral é vibrante, porém suave, e é também uma reação à intensa necessidade de estarmos sempre conectados à tecnologia e às mídias sociais. Enquanto buscamos uma experiência autêntica e íntima, não deixamos de lado a vida moderna. Por isso a opção pelo coral vivo: uma cor estimulante, presente na natureza, mas que também representa uma presença viva nas redes sociais. O arquiteto Maurício Arruda achou o tom fácil de usar. "Assim como o Ultra Violet do ano passado, é melhor maneirar na quantidade e deixar a cor aparecer nos detalhes. E combina com o que? Marinho, roxo e verde escuro. Ela tem muita luz e precisa de tons profundos por perto", ensina.
E você, também gostou da cor do ano? 


Fonte: Casa Vogue; blog Just Lia. 

AMARELO MOSTARDA ESTÁ EM ALTA

04 de abril de 2019
Se você já mora em um lindo apartamento na praia de Balneário Camboriú, que tal renovar a sua decoração seguindo a tendência do amarelo mostarda? Aqui na Bellé Investimentos Imobiliários, nós já sabemos que a cor tem sido uma das mais procuradas em 2019. Além de ser tendência no mundo da decoração, o amarelo mostarda torna os ambientes alegres e vivos. Bora se inspirar? 
 
Uma das buscas mais frequentes atualmente no Pinterest é o amarelo mostarda. Pode parecer estranho, já que outras cores estão em alta em 2019, mas na verdade, é só o reflexo de um comportamento mais otimista - ou um desejo profundo de tornar a vida mais alegre. A cor amarela, vem de um dos astros mais importantes: o sol. Ele representa a vivacidade, a alegria e a energia vital. Para usar dentro de casa, a cor é interessante justamente por não ser tão forte, permitindo um aconchego. “Essa característica permite aplicar a cor em grandes quantidades e de formas variadas”, explica Ana Kreutzer, pesquisadora cromática. Por isso, vale apostar em superfícies têxteis, como estofados, tapeçarias, almofadas, mantas com tramas maiores e por aí vai. Se a ideia for aplicar nas paredes, o céu é o limite: vale testar versões bicolores, no teto, no piso, em pequenas metragens, ou nas maiores. “Na composição, vale investir nas cores opostas, que contêm sombra. Azul-marinho, preto e cinza são excelentes opções para criar um equilíbrio. Sem contar o branco, que destaca ainda mais a cor.” Os ambientes monocromáticos, que estão em alta, são para os mais ousados - e são muito bem-vindos.

Fontes: ohpinturas.blogspot.com ; Casa Vogue. 

Está interessado em buscar uma boa oportunidade? Nós, da Bellé Investimentos Imobiliários, vamos te ajudar. Entre em contato com a gente. Teremos prazer em atendê-lo. WhatsApp (47) 9 9911-4643

UM BOM INVESTIMENTO COMEÇA COM PLANEJAMENTO E CONHECIMENTO. MAS, POR ONDE COMEÇAR ?

02 de abril de 2019

Que tal dar o pontapé inicial investindo em imóveis na cidade de Balneário Camboriú? Veja as nossas dicas e fique de olho nas oportunidades. 


1. Investir em terrenos

Eles são grandes geradores de riqueza. Investir em terrenos é valorização garantida, a longo prazo. Isto ocorre porque as cidades brasileiras estão se expandindo horizontalmente em ritmo acelerado. Também existem diversas formas de se investir e lucrar com terrenos no curto e médio prazo.  Muitos condomínios de luxo no Brasil são construídos em verdadeiros brejos, terrenos alagados em volta de lagoas que não teria qualquer valor aos olhos de uma pessoa comum.

2. Investir em imóveis na planta

Nos últimos quatro anos, muita gente comprou imóveis na planta pagando apenas 20% a 30% do seu valor para revendê-los um ou dois anos depois do início das obras com enormes ganhos. Isto é possível com o uso da técnica que permite multiplicar a rentabilidade através de endividamento. É necessário saber avaliar o imóvel corretamente. Nem todo imóvel na planta é realmente vantajoso quando se pretende vendê-lo antes da entrega das chaves para lucrar com o ágio.

3. Investir em imóveis usados

É no meio da lama que encontramos os diamantes. Neste exato momento, milhares de imóveis usados estão encalhados nas imobiliárias. São apartamentos e casas desprezados pelo consumidor final. O investidor preparado é capaz de identificar estas oportunidades, lapidar estes imóveis e depois vendê-los com enorme retorno no curto prazo. 

4. Investir em imóveis para locação

O segredo da locação está na escolha correta dos imóveis. Existem ótimas oportunidades em segmentos diferentes como imóveis populares, flats, salas comerciais, lojas, galpões, casas de veraneio e hotelaria. É importante conhecer cada um destes negócios. A melhor opção de investimento em alugueis pode depender das características da cidade onde você mora e do seu perfil de investidor.

5. Construir imóveis para vender ou alugar

Aqui temos outra máquina de multiplicar patrimônio. Quando você compra um imóvel pronto está pagando o custo de construção e o lucro de quem construiu. E acredite, este lucro é alto. Este tipo de investimento é muito praticado pelos investidores.

6. Investir com segurança

Investir em imóveis pode ser arriscado se antes você não investir em conhecimento. Comprar um imóvel não é como comprar um automóvel em uma concessionária. O PROCON e a Justiça estão lotados de processos contra imobiliárias, incorporadoras e construtores. Além de ir em busca de informações, o comprador deve conhecer as imobiliárias e os corretores de confiança. 

7. O valor de um imóvel depende do seu uso

Existem muitos imóveis próximos de você que estão sendo subutilizados.  Existem imóveis residenciais que são péssimos investimentos se forem adquiridos para uso residencial, e ótimos se forem transformados em imóveis comerciais. A situação contrária também pode acontecer. O investidor informado e preparado é capaz de identificar este tipo de oportunidade difícil de ser percebida pelo consumidor comum.

8. Investir com pouco dinheiro é possível

Você não precisa ter muito dinheiro para investir no mercado imobiliário. Tem até quem invista sem ter nenhum dinheiro através de imóveis financiados e adquiridos através de consórcio. O uso da alavancagem na aquisição de lotes dentro de condomínios e imóveis na planta são ótimas estratégias para diversificar seus investimentos em imobilizar muito dinheiro.

9. Investir usando a razão, e não a emoção

Enquanto a maioria das pessoas compra imóveis de forma emocional, movidas pelo impulso, pelos apelos visuais e sentimentais, o investidor trabalha racionalmente. Transformar terrenos cheios de mato em um pedaço do paraíso é a especialidade dos investidores. Para um investidor preparado não existe imóvel ruim, não importa se ele está dentro de uma favela ou no bairro mais nobre da cidade. Um bom imóvel para investimento não precisa ser bonito e bem localizado, ele precisa dar lucro.

10. Forme um grupo de investimento

Você tem um amigo advogado? Tem outro amigo que é engenheiro ou arquiteto? Você entende de finanças? Por que você não reúne seus amigos e cria seu próprio fundo de investimentos imobiliários? Juntos, vocês são grandes e no mercado imobiliário isto faz diferença. Existem grupos de amigos que se unem para comprar empreendimentos inteiros a preço de banana, devido ao seu poder de barganha. Outros preferem se unir para construir e depois alugar. Muitos loteamentos, prédios comerciais e conjuntos habitacionais são fruto de investimentos de pequenos investidores. 

Fonte: blog Quero Ficar Rico

Está interessado em buscar uma boa oportunidade? Nós, da Bellé Investimentos Imobiliários, vamos te ajudar. Entre em contato com a gente. Teremos prazer em atendê-lo. WhatsApp (47) 9 9911-4643.